Fazendo a diferença

Ganhar presentes é sempre bom mas o melhor é quando esses são dados e recebidos com tanto carinho, que é o caso desta singela bergamota-que-era-pra-ser-uma-laranja-mas-como-não-gosto-de-laranja-a-opção-foi-uma-bergamota. Ela, C-Berg (sim, ela tem nome agora!), deixou de ser uma frutinha qualquer e se passou a ser um laço importante de uma amizade que pretendo manter até que morte nos separe. Meio mórbido, mas há de chegar o dia que alguém precisará de uma bergamota dessas e somente então este mistério terá sido solucionado e certamente revolucionará o mundo.

Quantas pessoas nessa vida reclamam quando recebem um par de meias de presentes? Ok, ok! Esse par costuma a vir no plural, já que foi comprado numa liquidação de última hora e dependendo da qualidade, meias são artigos "descartáveis" pois gastam rápido demais. Quando elas já não servem mais, são passadas adiante em alguma campanha de arrecadação de roupas para os pobres, geralmente no inverno. Pro verdadeiro dono daquele parzinho de meias já mais socado que milho pra cavalo velho, claro que não passou de mais um presente babaca que gritava "As suas estão velhas e chulezentas, aí comprei umas novas para quebrar o galho por algum tempo!" mas, de verdade, já parou para pensar na felicidade da pessoa que vai receber esse par de meias usadas? Na faceirice dela que poderá dormir com os pés mais quentinhos no inverno, e que vai cuidar melhor de uma meia gasta do que você cuidaria de um par novinho?

Muitas perguntas além destas e uma única resposta: bergamota! Pode parecer estranho, mas aplique a teoria das meias velhas para armários, geladeira e estômago vazios há dias pra você ver como pequenos gestos fazem uma bruta diferença. Quando algum morador de rua lhe pedir dinheiro, negue. Negue, e logo em seguida se ofereça para comprar-lhe uma bergamota ou qualquer outro alimento. Nada se compara à faceirice de um estômago forrado de carinho e atenção! E pode ter certeza que aquele pouquinho, para quem estava passando fome, é muito melhor que a gororoba da mamãe.

Eu disse, não disse? Uma bergamota pode sim ser o início de uma pequena revolução em busca de pequenas soluções para grandes problemas do mundo. Por conta desse fato, eu declaro que "hoje", dia 03 de Agosto de 2007, é o Dia da Bergamota e que todas as pessoas devem presentear carinhosamente outras pessoas com bergamotas cheirosas, bonitas e com talinhos que tenham algumas folhas, façam elas parte de seu círculo social ou não.


0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

BlogBlogs